Skip to main content

Sou de centro-esquerda e daí?

Ditadores

De tanto ver e ler ataques a quem pensa diferente, resolvi me declarar publicamente: “Sou de Centro-esquerda”

Sou de esquerda, alias de centro esquerda, para ser mais exato, e tenho orgulho disso. Meus amigos que defendem teses de esquerda deveriam se orgulhar de querer o melhor para humanidade.

Não defendo ditadura de qualquer lado. Não defendo bandido e nem tenho bandido de estimação. Sou contra mentiras, machismo, homofobias. Me dói assistir desmatamento, maus-tratos animais, violação das terras e da cultura indígena e das populações tradicionais.

Sou a favor de uma sociedade forte e de um estado regulador, eficiente, transparente e justo. Não acredito no mercado como solucionador ou construtor de uma sociedade sustentável.

Sou de centro, sem estar em cima de um muro. Aprendi que o melhor caminho para avançar é o caminho que segue em frente, contornando os obstáculos, avançando sempre nas conquistas. Assim é na natureza. Uma árvore que encontra um rocha pela frente, não pára de crescer por causa disso, busca uma fresta e por lá desenvolve seu tronco na direção do sol e do vento ou estica suas raízes em busca de nutrientes.

Veja que na natureza um predador só caça e mata para se alimentar, nunca por maldade, por vingança, por ganância ou para acumular bens materiais.

Diferente das sociedades humanas, onde o rico entope seus armazéns de riqueza e seus cofres de dinheiro, sempre vivendo a custa do suor do outro, sem querer respeitar o limite, o tempo da natureza e o próximo.

Sou de esquerda por viver num país injusto, com uma brutal desigualdade social, com feminicido, racismo, intolerância religiosa e uma gigantesca concentração de rendas. Defendo as políticas sociais inclusivas. Defendo os mais pobres e desvalidos.

Estou dizendo tudo isso com o peito estufado de quem tem a consciência tranquila, até como cristão, que está trabalhando pelo projeto civilizatório que faça o homem viver em um mundo justo e sustentável.

Viva aqueles que entendem que quem não vive para servir, não serve para viver!

 

zecarlos

Advogado, pós-graduado em Direito Ambiental, especialista em povo, principalmente o povo paraense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *