Skip to main content

O Pará está em guerra contra os jovens pobres

O Pará voltou a frequentar as manchetes nacionais por conta de mortes violentas. Desta vez foram dez execuções, todas de jovens e moradores de periferias, em apenas um dia e numa única região, a Grande Belém. Vivemos uma guerra, com o tráfico de um lado recrutando soldados para assaltar e matar e o estado de um outro que não consegue proteger seus cidadãos e nem deixar de fornecer jovens para alimentar o exercíto da criminalidade.

No momento em que escrevo este post, recebo duas mensagem pelo aplicativo waths, com imagens de um confronto no Centro de Recuperação em Marituba. Corpos espalhados, sangue e muitas vítimas.

Quem me acompanha aqui pelo Blog, lembra que a tempos venho alertando para estas execuções. Quando mataram um comunitário do Jurunas que denunciava os traficantes de seus bairro, pedi encarecidamente que a Segurança do Pará fizesse daquele caso um caso exemplar de atuação das Forças Públicas, investigando e punindo, caso contrário os traficantes dominaram aquela periferia.

Violência tomou conta do Pará e agora

 

 

 

zecarlos

Advogado, pós-graduado em Direito Ambiental, especialista em povo, principalmente o povo paraense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *