Skip to main content
Zequinha e Jatene

Zequinha Marinho aperta Jatene

Zequinha e JateneO vice-governador Zequinha Marinho anunciou ontem, 21/03, que não renunciará ao cargo de vice-governador, para o qual foi eleito junto com Simão Jatene, isso causou um furor entre a classe política paraense, pois influenciará nos destinos do grupo político do Governador.
 
Não renunciar é a regra, mas então porque este ato de Zequinha causou um rebuliço entre os políticos?
 
A chapa de governador e vice-governador é montada antes das eleições por partidos parceiros, por políticos que tem confiança um no outro e assim se apresentam ao eleitor, pois a regra é que no impedimento do titular, o vice assuma.
 
Zequinha Marinho foi escolhido por Jatene como seu parceiro de chapa, por ser membro destacado da Assembléia de Deus e ter reduto eleitoral na região do Carajás. Após eleitos, vice-governador, nos três anos de mandato, foi escanteado, não participando dos destinos do Pará nem sendo prestigiado pelos tucanos. Agora, fica claro que entre os dois tinha apenas um arranjo eleitoral para ludibriar o eleitor.
 
Marinho fica. Jatene ficará? Marcio Miranda tem acordo com Marinho?
 
A posição do Vice-governador já era conhecida nos bastidores. Eu mesmo fui chamado por ele como presidente do Partido Verde, quando Zequinha me disse que não renunciaria e se Jatene ficar ele ficará e é candidato ao Senador. Se Jatene renunciar ele assume e será candidato ao Governo.
 
Resta saber o que Jatene fará até 7 de Abril. Isto definirá o destino do bloco do Governo para as eleições. Vamos aguardar.

zecarlos

Advogado, pós-graduado em Direito Ambiental, especialista em povo, principalmente o povo paraense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *