Skip to main content
ze carlos

Briga por vagas de estacionamentos e pontos de táxis

Devido a grande quantidade de prédios construídos nos bairros centrais, todos com garagem e área de embarque interna deficiente, Belém começará a enfrente um novo tipo de conflito urbano, será a briga por vagas de estacionamentos. 

Na porta de cada prédio, os taxistas criaram um ponto fixo, se apropriando do espaçonpúbkico. Os prédios, por seu turno, demarcam as áreas em frente para os moradores utilizarem provativamente cono áreas de embarque e desembarque. Diminui drasticamente as possibilidades de estacionamento em via pública.

A quantidade de prédios por quarteirão é acima da possibilidade e como a maioria dos apartamentos possuem mais de um veículo, as ruas ficam tomadas por carros, dificultando a possibilidade de estacionamento e gerando conflito por vagas. As brigas entre síndicos, taxistas e SEMOB acontecem todos os dias sem que se tome qualquer providência.

O quadro é oriundo da falta de planejamento urbano e da ausência de cumprimento das legislações urbanísticas. Um reforma urbana terá que ser aplicada urgentemente, abrindo novas possibilidades de vagas, restringindo a construção de novos prédios, obrigando que cada prédio tenha número maior de vagas por morador, construção de garagems públicas, para evitar o pior.

 

zecarlos

Advogado, pós-graduado em Direito Ambiental, especialista em povo, principalmente o povo paraense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *